terça-feira, 27 de setembro de 2011

Coleção Batuque Batuta - Envio Gratuito para Professor

A Editora Saraiva lançou recentemente os livros da coleção "Batuque Batuta" e pelo email eles enviam para os professores de música avaliarem.
É preciso enviar um email para atendprof@editorasaraiva.com.br com o nome completo, endereço, telefone, escola ou colégio em que trabalha com as séries (1° ao 5° ano) e telefone de contato do colégio.
Eu mesmo já enviei e chegou para mim no colégio a coleção com os cinco livros gratuitamente. Lembrando que é proibida a venda de livro de professores.
Pela minha primeira análise eu achei interessante e muito bem ilustrado. Inclusive muito do que já ensino está presente no livro como a confecção de instrumentos, curiosidades como a música 4´33 do John Cage (som x silêncio) entre outros assuntos.
Vale a pena mandar o email e solicitar o envio para sua escola. De graça e ainda muito organizado, não dá para perder essa!!!
Já conversei com a coordenadora e ela gostou muito e estará analisando o conteúdo junto com a equipe de música do colégio para utilizarmos eles no planejamento anual.

Shalon Adonay.


Características das Crianças em cada Faixa Etária - parte 2

O Desenvolvimento da Criança: de 12 aos 18 meses


Características do crescimento e desenvolvimento

Orientação


● Crescimento geral menos acelerado, maior e melhor coordenação muscular.

● Mostra interesse por toda espécie de atividade.

● Usa da imitação.

● Compreende o significado das palavras.

● Maior capacidade de contato social.

● Capaz de distinguir sons repetidos e rítmicos.

● Tem rudimentar noção de espaço.

● Não dispõe ainda da compreensão de causas e conseqüências.

● É egocêntrica.

● Pegando, apalpando, ela está descobrindo o tamanho, a forma e a mobilidade de tudo no seu mundo.

● Repetir rotinas, horários; mesmo lugar para os jogos e atividades.

● Deixá-la com outras crianças.

● Proporcionar oportunidades para ouvir músicas.

● Guarda “com” ela os seus brinquedos e roupas.

● Não repreender se a criança não compreendeu o que não pode fazer.

● Compreender que a criança considera ainda seus brinquedos como parte dela e os defende como tais.


O Desenvolvimento da Criança: de 2 e 3 anos


Características do crescimento e desenvolvimento

Orientação


● Melhor coordenação motora, tanto para flexão como para extensão. Controle do polegar.

● Maior progresso na linguagem.

● Interdependência das atividades mentais e motoras.

● Aprende, ainda, principalmente por imitação.

● Maior desenvolvimento da inteligência e poder de dedução.

● Memória mais desenvolvida.

● Negativismo acentuado.

● Habilidade maior para expressar emoções.

● Capaz de dramatizar (3 anos).

● Observação de detalhes.

● Atenção mais desenvolvida.

● A criança necessita de espaço para correr e pular. Deixar ao seu alcance tesoura sem ponta.

● Conversar normalmente com a criança. Não imitar a fala infantil.

● Oferecer espaços para o faz-de-conta.

● Ter paciência, pois é uma condição normal do crescimento. Evitar as oportunidades de alternativas: pôr o assunto em termos definidos, falar clara e simplesmente com ela.

● Dar oportunidades de dramatizar.

● Solicitar que descreva gravuras.


O Desenvolvimento da Criança: de 4 e 5 anos


Características do crescimento e desenvolvimento

Orientação


● Melhor coordenação dos músculos grandes. Pequenos músculos das mãos mais desenvolvidos.

● Capacidade para concentrar a atenção durante 15 – 20 minutos, aos 4 anos.

● Imaginação muito fértil.

● Tem senso de iniciativa; percebe que pode planejar, ter e executar idéias.

● Afetuosa – Curiosa.

● É capaz de concentrar a atenção por períodos mais longos, 20 – 40 minutos, a partir dos 5 anos.

● É mais seguro de si mesma, tem capacidade de autocrítica.

● Aparece o interesse pelo mundo fora do lar.

● Oferecer brinquedos para que possa exercitar seus sentidos e músculos.

● Contar histórias, ora reais ora fictícios, para que ela aprenda as diferenças.

● Responder sempre as perguntas.

● Ajudar a aceitar os limites necessários.

● Dar oportunidade para compartilhar experiências com a família.


O Desenvolvimento da Criança: de 6 e 7 anos


Características do crescimento e desenvolvimento

Orientação

● Maior amadurecimento neuromuscular.

● Vocabulário até 2.500 palavras.

● Faz perguntas sobre tudo que a rodeia.

● Tem iniciativa.

● Distingue melhor a realidade da fantasia.

● Curiosidade sexual mais acentuada.

● Período de transição entre individualismo e participação em grupos maiores.

● Mostra algum grau de pensamento abstrato.

● Aumenta o poder de concentração da atenção.

● Conhece e usa palavras descritivas e de ação.

● Maior capacidade de compreender, discutir e enfrentar situações emocionais.

● Dar tempo para completar as tarefas.

● Dar oportunidades para usar a iniciativa, deixando-a agir por si mesma.

● Encorajar a criança a tomar posse em grupos, mas não forçar.

● Contar e fazer contar histórias.

● Evitar chamar atenção, procurar colocar a criança à vontade. Evitar discussões.


O Desenvolvimento da Criança: de 8 e 9 anos


Características do crescimento e desenvolvimento

Orientação


● Aumento da coordenação dos pequenos músculos, apresenta maior habilidade manual.

● Demonstra maior habilidade em distinguir fatos de ficção.

● Direito da propriedade bem definido.

● Está desenvolvendo pensamento lógico.

● Maior habilidade em exprimir suas idéias, em definir seus problemas.

● Maior capacidade em aceitar críticas e em avaliar a si própria.

● Tem interesse em pertencer a grupo.

● Apresenta independência em relação à família.

● Oferecer trabalhos manuais e brinquedos / brincadeiras mais elaboradas.

● Proporcionar leituras selecionadas de acordo com as preferências e capacidades.

● Deve cuidar de objetos pessoais e do grupo.

● Orientar em generalizações, após várias evidências terem se apresentado.

● Estabelecer clima que permita à criança concordar e discordar.

● Orientar na apreciação do valor do outro, assim como no da própria criança.

● Estimular a aprendizagem de práticas sociais.


O Desenvolvimento da Criança: de 10, 11 e 12 anos


Características do crescimento e desenvolvimento

Orientação


● Bom controle de grandes e pequenos músculos, apresenta aumento acentuado da força manual.

● Coordenação visual e motora quase igual à do adulto.

● Aprecia medir força física e habilidade com os outros.

● Apresenta maior habilidade em generalizar e em pensamento crítico.

● Interesse em explorar e experimentar.

● Está apta a planejar com antecedência.

● Pronta a assumir maiores responsabilidades.

● Capaz de definir e compreender palavras abstratas.

● Capacidade para generalizações mais rápidas, segue mais facilmente argumentos lógicos.

● Maior sociabilidade.

● Nova visão do mundo, mostrando maturidade progressiva.

● Possibilitar recreação variada.

● Orientar quanto à competição.

● Procurar desenvolver atitude científica: fato X opinião.

● Dar oportunidade para organizar atividades / eventos.

● Orientar para estabelecer seus próprios objetivos e avaliar seu crescimento e sucesso.

● Conversar, discutir suas opiniões, trocando idéias e sugestões.

● Incentivar o diálogo com os colegas e outras pessoas.

● Orientá-la e apoiá-la em suas iniciativas, deixando-a assumir suas responsabilidades.

Regina Magna Bonifácio de Araújo

Pró-reitora de Graduação no Centro Universitario Metodista – IPA

Professora na Universidade de Juiz de Fora

Universidade de Campinas

Universidade Católica de Minas Gerais

Shalon Adonay


Características das Crianças em cada Faixa Etária

Boa tarde.

Para quem está preparando o planejamento para 2011 vale a pena ler este texto antes. Espero que seja proveitoso.

Características das Crianças em cada Faixa Etária

A Criança de 0 a 6 anos

Este texto foi organizado com o propósito de oferecer aos professores (as) das crianças as Escola Bíblicas, algumas informações acerca do desenvolvimento da criança de 0 a 6 anos.

Acreditamos que uma base teórica que lhes proporcionem a compreensão de como ocorre o desenvolvimento da criança de 0 a 6 anos em seus aspectos cognitivo, afetivo e social poderá oferecer-lhes subsídios para que possam relacionar nesses princípios à maneira como atuar nas classes ajudando nossas crianças a tornarem-se cristãos mais conscientes, autônomos, críticos, criativos e felizes.

A criança, ao nascer, não traz hereditariamente formas prontas de conhecimento que evoluíram através dos anos com a maturação. Tampouco, podemos considerar a criança uma “massa amorfa” que vai saindo modelada aos poucos pela influência e reforços do mundo ao seu redor.

A criança constrói os seus conhecimentos interagindo com o mundo em que vive e que seu pensamento cresce partindo de ações e não de palavras. O conhecimento não pode ser dado às crianças. Ele tem de ser descoberto e reconstruído através das suas atividades. As crianças aprendem melhor partindo de experiências concretas.

Por natureza, as crianças estão continuamente em atividade. Elas têm de descobrir e dar sentido ao seu mundo. Quando elas estão fazendo isto, elas refazem as estruturas mentais que permitem tratar de informações cada vez mais complexas.

Este refazer de estruturas mentais torna possível a genuína aprendizagem – aprendizagem que é estável e duradoura. Quando essas estruturas, que são necessárias, não estão presentes, a aprendizagem é superficial.

Esperamos com a Educação Cristã que nossas crianças façam parte da Missão, que tenham “uma compreensão da vida e da sociedade, que sejam comprometidas com uma prática libertadora, recriando a vida e a sociedade segundo o modelo de Jesus Cristo e questionando os sistemas de dominação e morte, à luz do Reino de Deus”.

Para atingirmos esse objetivo precisamos estabelecer um currículo de Educação Cristã para a Escola Bíblica fundamentado nas Escrituras Sagradas e que atende as características do desenvolvimento da criança e que proponha uma metodologia de ensino compatível com esse desenvolvimento.


A Criança de 0 a 2 anos

Ao nascer, a conduta da criança é determinada hereditariamente. Ela desenvolve os reflexos inatos, como, por exemplo o de sugar, por meios de exercícios funcionais, que são exercícios de repetição de seus atos. Na interação com os objetos e pessoas, a criança vai assimilando suas próprias reações aos estímulos que recebe. A partir dessas repetições e, conseqüentemente, assimilações, a criança vai construindo aos poucos uma lógica de ação. Por meio da ação, a criança de refere aos acontecimentos, recorda-os e pode produzi-los. O universo que inicialmente estava centrado no corpo da criança e em sua ação, vai sendo descentrado de tal forma que ela acaba por situar-se como alguém num universo maior, num universo de objetos permanentes.

A Criança de 2 a 7 anos

A criança, neste período, reconstrói conceitualmente tudo o que, desde o seu nascimento, constituiu como ação. Os esquemas sensórios-motores já não são os únicos instrumentos de aprendizagem e desenvolvimento. A criança possui a capacidade de representação verbal e de pensamento. A criança agora é capaz de interagir com o objeto, mesmo ausente, criando significantes que o representam como desenhos, gestos, palavras ou outros objetos. A capacidade de representação da criança se manifesta de diferentes formas: a imitação, a brincadeira de faz-de-conta, o desenho, a imagem mental e a linguagem. A linguagem escrita também surge neste período, que além de fazer parte do sistema de representação, começa a ser objeto de interesse da criança. Nesta fase a criança amplia muito, sua capacidade lingüística, com o uso de verbos simples, adjetivos e advérbios de tempo e de lugar. Enquanto as crianças mais novas falam para si mesmas ainda que estejam juntas com outras crianças, as mais velhas já são capazes de estabelecer trocas verbais com seus pares e os adultos. Conhecer como as crianças se desenvolvem e aprendem, com certeza, vai nos auxiliar na escolha das melhores estratégias para uma educação cristã mais afetiva e compromissada com a construção de um ser humano mais feliz. Vejamos agora a descrição das características do crescimento e desenvolvimento da criança, bem como algumas breves orientações de acordo com cada idade. Vale lembrar que este quadro representa uma síntese de diversos estudos na área do desenvolvimento infantil e que por isto não pode ser considerado completo e definitivo.

Para reflexão!

Vi essa frase no Twiter e achei interessante.

Para reflexão...

"O diabo odiou o mundo de tal maneira que deu a ele o funk".

Shalon Adonay

sábado, 10 de setembro de 2011